Apoios








* Quem está online

  • Ponto Visitantes: 9
  • Ponto Escondidos: 0
  • Ponto Membros: 0

não há utilizadores ligados.

* Estatísticas

  • stats Total de Membros: 1957
  • stats Total de Mensagens: 76349
  • stats Total de Tópicos: 4340
  • stats Total de Categorias: 9
  • stats Total de Quadros: 50
  • stats Recorde utilizadores online: 421

exclamationMondraker Foxy XR 2013 - Test Drive

15 de Dezembro de 2012, 01:04 por Mac | Visualizações: 4358 | Comentários: 9

Durante 5 dias tive o prazer de ter nas mãos a nova Mondraker Foxy XR.

O passeio de Natal Clube Mondraker estava marcado e, que melhor passeio para levar um modelo de 2013, ainda para mais, um modelo inovador, com o novo sistema "Forward Geometry".




2 dias antes do passeio tocou o telefone, era a chamada do costume quando há novidades assim, o Jorge da Mondraker Store.


A conversa é a de sempre:


Pergunta do Jorge: Tenho aqui uma Mondraker nova para testar, queres vir busca-la?


Minha resposta: Amanhã estou aí!


E assim foi, no dia seguinte fui busca-la e assim tive esta beldade a fazer companhia à minha Factor RR durante as noites que se seguiram.


Mas vamos ao teste propriamente dito.



Consegui fazer 2 passeios com ela, tive pena de não ter dado tempo para ir onde gosto de testar as bikes, a Valongo.

Fiz o passeio de Natal Clube Mondraker em Famalicão e um Test drive em Canelas.

Falando dos componentes, indo por partes, cá vai:
Forward Geometry - Com uma posição a lembrar os velhos tempos do enduro (em 2 rodas com motor), em nada sentimos estranheza, a posição é muito natural e em segundos ficamos habituados a ela.
A descer realmente faz muita diferença, é com maior rapidez e facilidade que responde, a frente vai exactamente para onde a mandamos ir, a trajectória que a levamos a fazer é mesmo a trajectória que ela faz.
Com isto confesso que em alguns momentos senti-me o Mac de outros tempos, o Mac das descidas, o sistema a isso convida e a confiança que nos transmite, permite mais abusos e mais controlo.
A subir ajuda um pouco tendo em conta o tipo de bike que é, já não precisamos andar com jogos de peso corporais para que a frente não levante, como já estamos com o centro do peso bem em cima da roda da frente, esta não levanta quando não queremos e assim fica o peso geral bem mais equilibrado.
Sistema Zero com Fox Float CTD XV Boost Valve Factory Kashima - Que combinação!!!
Não tenho palavras para descrever este conjunto, parece feito um para o outro.
O sistema zero funciona como nenhum outro, lê o terreno excepcionalmente bem e  faz com que o amortecedor absorva todo e qualquer impacto, em nada influenciando a pedalada.
Suspensão: Fox 34 Talas CTD FIT Factory Kashima 160-120mm - Como todas as Fox que já testei, esteve à altura dos acontecimentos, apenas desgostei da maneira de reduzir o curso de 160mm para 120mm, que me obrigava a desmontar da bike para o curso subir. Ao contrário funciona bem, desce com facilidade, mesmo montado na bike.
Travões Formula The One S - Potência de travagem e sensibilidade adequada à finalidade para qual são feitos, nada a apontar.
Espigão de selim Crank Brothers Kronolog - Há muito que queria experimenta um espigão de selim destes e posso dizer que realmente funciona e que faz diferença para quem rola em trilhos com muito "sobe e desce", principalmente técnicos.
Nos primeiros kms tive alguma dificuldade em atinar com o sistema, mas depois de perceber como a coisa funciona (numa pequena afinação), facilmente cheguei à conclusão que dá mesmo muito jeito um espigão assim, pena o peso (não há milagres).
Com toda a certeza, um componente a colocar na "wish list"
Pneus Schwalbe Hans Dampf 26x2.35 - Não sendo eu um adepto desta marca por má experiência, estes surpreenderam pela positiva,  fazem muito bem o papel deles, em nada falham.
A meu ver este é o ponto fraco desta bike. Não os pneus propriamente ditos, mas a medida deles.
No meu entender 2.35 é demasiado largo para quem quer uma bike "All mountain", penso que com uns pneus 2.1 pouco perdíamos a descer e ganhávamos muito a subir.
Do resto dos componentes pouco posso dizer,  todos fazem o papel deles, ou não fossem todos componentes de gama média/alta ou mesmo topo de gama.
Numa conclusão geral e em bom português, é uma Bike do catano!!!
Sem dúvida um sistema inovador mas, mais importante, funcional e importante.
O 2º teste, o tal em Canela (e na Seca do Bacalhau), mais serviu para umas brincadeiras e umas fotos do que para um test drive, mas fica aqui o resultado.
Nestas tive a companhia do Amigo do costume, o Ricardo Amorim, sempre pronto para estas coisa.






Não posso finalizar sem agradecer a amizade e disponibilidade da Mondraker Store na cedência da bike.
As fotos ficaram a cargo da Imagens com emoções - Fotografia (tinha que fazer publicidade à minha empresa) - www.imagenscomemocoes.com
E agora sim, para finalizar, deixo uma imagem bem ilustrativa da "ordem" que esta bike nos dá: Saiam do sofá, vão fazer BTT

Páginas: [1]


* Twitter


* Tópicos recentes


SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal